O World Of Video Games está passando por reformas em seu layout, e em breve teremos o novo template no blog oficial. Atenciosamente, Equipe WOVG.

11 de abr de 2012

Bully: Análise


Alguém aqui se lembra desse jogo? Eu já me diverti muito jogando Bully (para PS2) com os meus amigos... eu até pareço uma pessoa legal, mas eu já espanquei muita gente, nesse jogo... afinal, é o objetivo dele, né? Agora, eu vou fazer uma análise dele. O tempo verbal está no passado, já que eu não jogo o jogo atualmente, OK?

Análise

Na minha opinião, Bully lembra muito o Grand Theft Auto: apesar de você não poder matar alguém nesse jogo (só se for no capítulo 6, que você confere mais abaixo), algumas semelhanças (tipo machucar quem quiser!) permanecem. Os gráficos eram legais, a escola era grande para ser explorada e você ficava, tipo, "sou demais", agredindo os nerds e caras do tipo. Mas esse não era a única coisa a se fazer: eu lembro que sempre dava pra entrar no meio do ambiente escolar, como fofocas... é o tipo de jogo em que você pode fazer o que bem entender na hora que entender, mas ganhar o respeito das pessoa (não me soa estranho)... vale lembrar que agredir é legal, mas você pode, muito bem, ser um vingador, apanhando os valentões que batem nos nerds. Mas para atos existem consequências! Tome muito cuidado ao bater em pessoas, você pode fazer isso na frente de um inspetor e receber ameaças de suspensão, na sala do diretor. Vale lembrar, também, que GTA está quase presente no jogo, já que no capítulo 6, você sai da escola e pode fazer o que quiser, nessa cidade... animal...

Nota final: 8,0
Prós: Jogabilidade, gráficos, estilo GTA.
Contras: Câmera do jogo

É, por hoje é só isso!

0Comente!comentários:

Postar um comentário