O World Of Video Games está passando por reformas em seu layout, e em breve teremos o novo template no blog oficial. Atenciosamente, Equipe WOVG.

25 de jan de 2012

Batman: Arkham City


"Batman: Arkham City" é a sequência para o jogo de Ação/Aventura e Stealth, baseado na série de quadrinhos "Batman" da DC Comics, "Batman: Arkham Asylum". O jogo é compatível com PlayStation 3, Xbox 360 e Microsoft Windows. O desenvolvimento ficou em conta da Rocksteady Studios e foi publicado pela Warner Bros. Interactive Entertainment e DC Entertainment. O jogo foi anunciado oficialmente durante a Spike Video Game Awards 2009. Foi lançado no dia 18 de outubro de 2011 para PlayStation 3 e Xbox 360, com lançamento para PC em 22 de novembro do mesmo ano. E está disponível para compra. O game ganhou 3 prêmios no Spike Video Game Awards 2011. Os prêmios foram: Melhor Jogo Adaptado, Melhor Jogo de Ação e Aventura e o Melhor Jogo para Xbox 360.

Personagens

  • Batman
  • Robin (DLC apenas e uma curta aparição)
  • Asa Noturna (DLC)
  • Oráculo
  • Coringa (aparentemente morto)
  • Charada
  • Senhor Frio
  • Harley Quinn
  • Homem Calendário
  • Mulher Gato
  • Máscara Negra (DLC apenas e uma curta aparição)
  • Pinguim
  • Crocodilo
  • Hugo Strange (morto)
  • Duas Caras
  • Victor Zsasz
  • Ra's Al Ghul (morto)
  • Talia Al Ghul (morta)
  • Bane
  • Solomon Grundy (aparentemente morto)
  • Pistoleiro
  • Chapeleiro Louco
  • Cara-de-barro (aparentemente morto)

Personagens jogáveis

  • Batman
  • Mulher-Gato (código na caixa do jogo)
  • Robin (DLC)
  • Asa Noturna (DLC)

História do jogo

Na dramatização do jogo, o prefeito murou bairros inteiros de Gotham, criando Arkham City, uma cidade que funciona como uma super-prisão. A única regra é que seus habitantes não podem sair de lá. Batman, é claro, não gosta nem um pouco disso. Como Bruce Wayne, forma o partido Anti-Arkham. Quando faz uma coletiva de imprensa do lado de fora de Arkham City, é feito refém pelos homens da TYGER, uma gangue tecnologicamente equipada, no jogo a serviço de Hugo Strange. Por motivos desconhecidos, Strange descobre que Bruce Wayne é o Batman, e acaba o limitando de interferir em seus planos, do contrário revelará sua identidade ao mundo. Strange também menciona um plano secreto, chamado "Protocolo 10". Após ser solto em Arkham City, Bruce veste seu traje de Batman e salva a Mulher Gato do Duas Caras. Após salvá-la novamente de um tiro vindo da torre da igreja, Batman suspeita que o Coringa está por trás do Protocolo 10. Ao entrar na igreja, Batman é pego em uma armadilha feita por Coringa, prendendo-o e explodindo a torre. Batman consegue escapar e rastrear o sinal de Coringa, vindo de uma siderúrgica. Ao conseguir entrar, Batman é capturado por Coringa. Assim ele revela que adquiriu uma doença mortal causada pelo vírus TITAN (eventos de "Batman: Arkham Asylum) e precisa de cura antes que o tempo acabe. Para ter certeza de que Batman irá lhe trazer a cura, Coringa o infectou com o seu sangue. Ele também infectou toda a Gotham. Agora Batman precisa se salvar e descobrir o que é o Protocolo 10.

Jogabilidade

O jogo traz novos equipamentos, como bomba de fumaça e detector de sinais de transmissão e mais vilões (entre eles a Mulher Gato e o Duas Caras). Outra novidade diz respeito ao vilão Charada, que colocará pessoas em armadilhas, que deverão ser desativadas pelo Cavaleiro das Trevas. Além disso, cada pista poderá levar o herói a outras pistas ainda mais elaboradas, que podem ou não estar cercadas por suas próprias armadilhas. As missões que envolvem o Charada não fazem parte da narrativa principal, mas funcionarão quase como um jogo paralelo. A jogatina deve durar perto de 40 horas, contando não somente as missões principais, mas as missões secundárias também.

Informações adicionais

Dax Ginn, diretor de marketing da Rocksteady, revelou mais detalhes de "Batman: Arkham City". Ele afirma que a produção não se preocupou em desenvolver o maior jogo de mundo aberto já criado, mas o mais detalhado. "Porém a parte central da história está ligada ao Bat-sinal. Não importa onde você esteja, se olhar para os céus, o sinal vai lhe guiar até a narrativa principal", informou Dax Ginn. Ele também adiantou que todas as missões secundárias são focadas em personagens: "Desde saber onde está o psicopata que sumiu ou achar o Charada, todas elas estão ligadas aos inúmeros personagens que temos no título". Sobre os personagens jogáveis (que estão acima), Dax Ginn noticiou o resumo de cada um. "Eles estão lá para alterar as reações emocionais que você pode ter com o game. Quando você joga com o Batman, você é um cavaleiro justiceiro, sempre fazendo a coisa certa. Quando você joga com a Mulher Gato, pode fazer coisas erradas - ela é uma criminosa, e suas habilidades não estão especialmente relacionadas ao combate, mas aos roubos. Para nós, o Robin tem mais relação com o uso de explosivos, e como isso pode ser uma vantagem para ele". Dax Ginn não deu notificações sobre o Asa Noturna. Outro ponto abordado foi a questão da continuidade: "Quando você começa 'Batman: Arkham City', você já tem os mesmos dispositivos que adquiriu no primeiro game (Batman: Arkham Asylum). A ideia é que seja uma história contínua, como também uma continuidade em termos de mecânica de jogo", disse Dax Ginn. O jogo ainda terá mais inimigos, inteligência artificial e mais gadgets.


Espero que tenham gostado!
Fonte: Wikipedia
Vlw!

0Comente!comentários:

Postar um comentário